Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Written By Cate

Catarina Correia.

Catarina Correia.

Written By Cate

21
Jan18

É o Porto e há de ser!


Catarina Correia

poo.jpg

 

É Porto pelas ruas e é Porto pelas gentes. É Porto pelo rio, pelo mar e por todos os risos estridentes. É Porto pelos palavrões, pela história e por todos os portuenses.

 

E se agora me dissessem que ninguém se pode apaixonar por uma cidade, por um espaço ou por um lugar, eu iria sorrir. Iria sorrir e apelidar de ignorante aquele que nunca se sentiu mais de um lugar do que de si mesmo. Aquele que nunca ansiou mais por voltar àquele lugar do que por voltar aos braços de alguém. Aquele que não sabe o que é poder chegar, olhar, sentir e cantar que é “um amor para a vida toda”.

 

Não é só o Porto, não é só mais uma cidade e não há de ser. É o Porto, é a Cidade Invicta e é todo aquele sentimento. E é todo aquele sentimento aliado à aprendizagem de quem por ali passa e que, a cada dia passado, leva para casa uma nova lição, um novo sentimento e uma nova vontade de ali querer ficar.

 

É o Porto que viu e que continua a ver crianças a nascer, adolescentes a crescer e adultos a permanecer. É o Porto que os abraça como nenhuma outra cidade os havia abraçado. O Porto que os recebe e que os deixa orgulhosos de por aqui terem passado. É o Porto que faz ter saudade e o Porto que faz querer voltar. O Porto que ensina e que, inevitavelmente acaba por marcar.

 

E é o Porto… É o Porto, é!

 

É o Porto que me faz cair de amores por si a cada visita tão esperada. É o Porto que me faz sentir feliz e com orgulho. É o Porto que me faz soltar uma lágrima a cada adeus tão contrariado. E é o Porto e há de ser!

 

E para quem se quiser apaixonar, irá ser o Porto. Para quem quiser vir e ficar, irá ser o Porto. E para todos os que passam e prometem voltar a passar, é o Porto e há de ser. É sempre.

10 comentários

Comentar post